A minha participação como produtor e compositor de dois temas deste disco vem na sequência de um espectáculo chamado “Maldito Fado” para o qual fui convidado pelo Hélder para fazer a direcção musical. Um projecto que me deu especial gozo fazer pelo grande desafio. Embora já tivesse tido algumas experiências em torno do Fado, nunca tinha sido “exposto” a um desafio destes. A ideia arrojada do Hélder era mesmo “transgredir”, sendo ele um “tradicionalista” respeitador e respeitado, acredita e sempre acreditou que vêm de muitos “aléms” e pode ir mais além, sem com isso o “vandalizar”. Achou que eu seria a pessoa indicada na altura para esse desafio, que eu aceitei honradamente. Mais tarde, o Hélder fez questão de recuperar parte desse legado e trazer a este “fado que ele traz”. Tive o prazer de com ele compor “Nem Ventos Nem Madrugadas” e “Tenho Uma Onda No Mar”, e foram estes os temas que produzi para este lindíssimo álbum deste grande Fadista.

Share

No comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Carregando...